Seguidores

sábado, 4 de julho de 2015

OPRÓBRIO



OPRÓBRIO

A ignomínia me esfarela os ossos
chama-me pelo nome e me acusa
enquanto os pássaros cantam livres e anunciam
que sou bela, que sou pura.

A minh'alma, aturdida, conversa comigo e me consola,
ela me dirige os passos e me diz, senhora,
O meu opróbio está diante de mim
mas também o sol, torneando o azul turquesa
que arrebata os céus.

"Vê, poeta, que mais um dia nasceu, que você não se perdeu
vê que a vida continua e a graça de mais um amanhecer se fulgura.

Vê que vem a brisa, e não somente a turbulência,
que um novo dia se avizinha, e a acarinha, e a alimenta
recuse a penitência.

Vê que você é semente da boa terra,
e que à sua volta não permanecem espinhos.

Sente na face o beijo de Deus e o perdão
eles estão nos raios do sol perene
eles estão na flor que você viu desabrochar
eles vivem no seu tão crédulo amar.

Vê quanta beleza resplandece em seu rosto
e grava os mimosos versos no véu rendado do seu olhar
espera, liberta, levanta,
os passos trôpegos de agora
logo irão
se firmar."

O arrependimento me contorce as vísceras
quando escuto Sua voz a me embalar
ela é forte, vigorosa,
mas repete, mansamente,
"filha amada, tão somente erraste
por demais amar."

O desgosto me consome a carne
enquanto Ele se volta pra mim
oferece o colo de Pai
e novamente me colhe as lágrimas.

E eu O posso ouvir, resoluto, afirmar,
"fique sempre junto a mim
nunca, jamais irei
te deixar."

@Cris Lebre - 18.06.15
Código em RL – T5299797

3 comentários:

Patrícia Pinna disse...

Bom dia, Cristina. São nos momentos de dor que nos aproximamos mais da presença de Deus recebendo toto o alento que Ele tem a nos dar serenizando almas aflitas.
Certamente não aceitar viver sob pena da punição é a saída mais saudável ainda que erros tenhamos cometido, afinal, somos humanos e erraremos sempre.
Bela e profunda essa intimidade com Deus em forma de poesia.
Tenha uma semana de paz.
Beijos na alma.

Patrícia Pinna disse...

Bom dia, Cristina. São nos momentos de dor que nos aproximamos mais da presença de Deus recebendo toto o alento que Ele tem a nos dar serenizando almas aflitas.
Certamente não aceitar viver sob pena da punição é a saída mais saudável ainda que erros tenhamos cometido, afinal, somos humanos e erraremos sempre.
Bela e profunda essa intimidade com Deus em forma de poesia.
Tenha uma semana de paz.
Beijos na alma.

Cristina Lebre disse...

Obrigada, minha querida Patrícia, super grata por seu comentário, juntos somos mais, Deus e poesia, poesia pra Deus, o Único capaz de nos amenizar, da vida, a agonia, bjsssss, s2!